O QUE É AGRICULTURA DE PRECISÃO?

 

 

A agricultura de precisão tem tudo a ver com quantificação e medidas que racionalizam as ações. Seu objetivo é o de otimizar o retorno sobre os insumos, preservando os recursos.
A agricultura moderna envolve o uso de tecnologia de ponta, como Inteligência Artificial, Visão Computacional, Veículos Aéreos não Tripulados, Sensoriamento Remoto, GIS(Sistemas de Informação Geográfica) e muitos outros aspectos. Na verdade, a “Agtech” já se tornou uma necessidade e não uma novidade, pois aborda desafios comuns dos produtores modernos, tais como:

Limita o uso de fertilizantes e pesticidas artificiais;
Garante a utilização eficiente dos recursos hídricos;
Lida com ervas daninhas e espécies nocivas de forma sustentável;
Lida com as mudanças climáticas, desastres naturais e erosão do solo;
Atende à crescente demanda por alimentos de alta qualidade e de baixo custo.

A Nave Agrospace oferece uma Plataforma Geoespacial alimentada por Inteligência Artificial que é amplamente usada na Agricultura de Precisão, especificamente na contagem de Lavouras, detecção de plantas mortas ou ausentes, espécies invasoras e ervas daninhas.
O acesso aos dados aéreos já mudou o jogo, pois não há mais necessidade de se realizarem inspeções manuais, permitindo assim:

Planejamento e controle eficiente;
Otimização de custos e impacto ambiental;
Redução do trabalho manual com intervenção focada no local;
Aplicação da quantidade certa de fertilizantes no local adequado.

CONTAGEM DE PLANTAS

Existem muitas razões para se contar plantas, uma delas é a necessidade de qualificar e quantificar as mesmas em experiências de melhoria genética, imagens aérea do campo pode facilitar o trabalho, mas conduzir a contagem manual é particularmente tedioso, demorado, e enseja o surgimento de possíveis erros. Se você precisa monitorar um número de plantas regularmente, os métodos manuais são completamente ineficientes.
A detecção e a contagem de mudas são exemplos interessantes do uso do nosso software na agricultura. Essas pequenas árvores são particularmente difíceis de serem detectadas manualmente na imagem, com o nosso novo sistema de contagem, é preciso apenas mostrar alguns exemplos de imagens da muda, para o software reconhecer e realizar todo o trabalho duro.


DETECTANDO ERVAS DANINHAS


Ervas daninhas e espécies invasoras são uma ameaça significativa para a agricultura em termos de produtividade e sustentabilidade. Muitas vezes crescem rapidamente, competem agressivamente com a cultura e se espalham rapidamente de um campo para outro. Para piorar as coisas, as ervas daninhas tendem a introduzir bactérias e fungos, causando ao agricultor uma diminuição na produção e na renda da colheita. É por isso que é crucial detectá-las o mais cedo possível para removê-las de maneira eficiente do campo.


DETECTANDO FALHAS DE PLANTIO


É possível detectar não somente as plantas, mas também as falhas existentes entre elas, o que é um importante indicador da qualidade do plantio. É um desafio evitar falhas de plantio, elas são causadas por vários fatores, como erosão local, pragas, máquinas pesadas e vários outros fatores. No entanto, uma análise de imagem aérea torna possível detectar essas falhas de plantio de uma forma mais eficiente, rápida e inteligente.

INVENTÁRIO FLORESTAL

As práticas tradicionais de inventário florestal dependem principalmente de mapas topográficos e pesquisas em campo. Agora, os silvicultores podem usar dados Lidar para analisar a estrutura e a biomassa da floresta. O Lidar de retorno múltiplo pode ser usado em aplicações florestais, para estimar a superfície do solo e a altura das árvores, além dos cálculos e análises que auxiliam no gerenciamento de recursos florestais e examinam a condição de saúde das árvores. O inventário tradicional baseia-se em métodos de amostragem e estatísticas. Os resultados são derivados de parcelas de amostras sistemáticas em estandes florestais, no qual não possuem confiabilidade e precisão. A tecnologia Lidar mostra vantagens significativas nas aplicações florestais, pois supera quase todos os limites dos métodos tradicionais de pesquisa. Após a segmentação das árvores com a tecnologia Lidar, o inventário florestal pode ser operado a nível de árvore individual. Os atributos individuais incluem a posição da árvore, volume geométrico e cobertura do dossel, perfis verticais também podem ser calculados, além disso, o DEM florestal pode ser extraído automaticamente dos dados Lidar e usado para reconstruir cenas 3D.

O que costumava levar muitas horas de trabalho para os silvicultores, como contar árvores a partir de imagens de drones, agora, graças ao uso de técnicas de Inteligência Artificial, pode ser feito em apenas alguns minutos ou algumas horas, quase sem trabalho manual.

Graças a esta nova tecnologia de IA, as horas investidas na contagem de árvores a partir de imagens de drones são muito produtivas. Os usuários não passam mais horas digitalizando árvores na imagem como tradicionalmente, mas treinam os detectores para inferir e extrair informações das imagens.

Os usuários executam essa tarefa nova e mais especializada de maneira mais produtiva. A tarefa repetitiva dos mecanismos tradicionais foi transformada em uma tarefa mais estratégica, que fornece resultados importantes diante de pequenas variações.

FOTOGRAMETRIA

A Fotogrametria foi considerada uma ciência muito cara há alguns anos atrás, poucas empresas tinham acesso à esta tecnologia, devido ao alto custo de viabilidade de um projeto. Os principais clientes eram os órgãos públicos e grandes empresas de engenharia, hoje com as aeronaves não tripuladas pequenas e médias empresas tem acesso a esta tecnologia aumentando a precisão nas tomadas de decisões estratégicas do seu negócio.

Na Fotogrametria Aérea, a câmera é montada em uma aeronave e geralmente é apontada verticalmente para o solo. Várias fotos sobrepostas do solo são tiradas enquanto a aeronave voa ao longo de uma trajetória de voo. As aeronaves tradicionalmente eram aeronaves tripuladas de asa fixa, mas muitos projetos agora são feitos com drones e UAVs. Tradicionalmente, essas fotos eram processadas em um plotter estéreo (um instrumento que permite ao operador ver duas fotos ao mesmo tempo em uma visualização estéreo), mas agora são frequentemente processadas por sistemas automatizados de desktop.

PERFILAMENTO A LASER

Perfilamento a Laser pode ser usado para extrair informações topográficas de uma área e então gerar modelos de elevação digital de alta resolução ( MDT e MDS ). Sua alta densidade nos permite criar esses modelos digitais com precisão de um centímetro e rapidamente se tornou um método de levantamento padrão devido à confiabilidade na qualidade e eficiência na qual ele pode ser produzido. Lidar é muito mais fácil e preciso em comparação aos métodos tradicionais como Teodolito, Estação Total ou topografia fotogramétrica. Um pulso laser tem a capacidade de penetrar no dossel da vegetação e é usado para captar a estrutura detalhada do solo coberto pela vegetação.

DRONES                    HELICÓPTEROS                        AVIÕES

7 (1).png